quinta-feira, 26 de março de 2015

Fotógrafa faz intervenção "Artista de Plástico" no muro da antiga boate Fofoca`s



Uma intervenção que une as artes plásticas e a fotografia foi realizada nesta quinta-feira (26) na avenida Ville Roy, bairro Aparecida, preenchendo o muro da antiga boate Fofoca’s com reproduções de obras e retratos de artistas paraenses. A iniciativa faz parte do projeto “Artista de Plástico – práticas híbridas na Amazônia urbana”, coordenado pela fotógrafa acreana Talita Oliveira.

O projeto foi contemplado pelo Programa Amazônia Cultural 2013, do Ministério da Cultura/Governo Federal e será realizado em quatro capitais da região Norte (Belém/PA, Boa Vista/RR, Porto Velho/RO e Rio Branco/AC), envolvendo cinco artistas plásticos de cada cidade.

A intenção é fazer um deslocamento semelhante ao que acontece com o grafitti, que nasceu nas ruas e foi para as galerias. “Todas as obras reproduzidas fotograficamente e coladas nas ruas, possuem, originalmente, suporte e intenção de serem expostas em lugares fechados, galerias ou demais espaços expositivos.Mesmo quando expostas e/ou produzidas na rua, como a performance,  acontecem em um espaço de tempo determinado, diferente da intervenção urbana proposta pelo projeto, em que as imagens ficam nas ruas até serem apagadas pela ação do tempo ou por outra intervenção”, explica Talita.



As intervenções do projeto não possuem texto explicativo, nem créditos. Nas ruas, são apenas imagens soltas, de livre interpretação. Vídeos e fotos do trabalho podem ser vistos em https://vimeo.com/channels/artistadeplastico e em www.facebook.com/artistadeplasticox.

Como funciona - O projeto será realizado em Belém, Boa Vista, Porto Velho e Rio Branco, envolvendo cinco artistas plásticos de cada cidade. Eles são fotografados em seus ateliês e é feita a reprodução fotográfica de uma obra de cada.  Posteriormente este material é ampliado em grandes formatos e fixado nas ruas, como ‘lambe lambes´.

Depois das obras e os retratos dos artistas de Belém ganharem as ruas de Boa Vista, será a vez dos roraimenses serem expostos no Pará. Já as obras e os retratos dos artistas de Rio Branco/AC irão para as ruas de Porto Velho/RO e vice-versa. Ao final do projeto, será publicado um catálogo ilustrado com fotografias das ações nas quatro cidades, além de entrevistas com os artistas envolvidos. O catálogo será distribuído gratuitamente para bibliotecas e instituições culturais de toda a região norte.

Boa Vista foi a segunda capital a receber o projeto. Talita e sua equipe colaram obras e fotos dos paraenses Nando Lima, Pablo Mufarrej, Pedro Condurú, Elaine Arruda e Coletivo Pitiú. Em Roraima, o projeto conversará e registrará as obras e os artistas Ana Mendina, Jaider Esbell, Carmezia Emiliano, Isaias Miliano e Edinel Pereira.

 Primeira edição - Em 2014 foi realizada a primeira edição do projeto, que aconteceu somente em Rio Branco/AC, com a participação de doze artistas plásticos da cidade. Foram realizadas doze intervenções urbanas em doze bairros da capital acreana, além de vídeos que registraram as ações nas ruas e as visitas aos ateliês.

Coluna Rede Literária, edição # 136, de 25.03.15

PRÓLOGO

Na semana passada faleceu o ilustrador Silvio Vilasi, que era aluno do curso de Artes Visuais da UFRR e publicava em vários sites, entre eles o seu blog www.roraimawebartes.blogspot.com.br. Para homenageá-lo e lamentar a perda que a cultura local sofreu, são dele as artes que abrem esta edição.
Aos familiares e amigos, os pêsames.

Edgar Borges
Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com / edgarjfborges@gmail.com
Siga no twitter: @borgesedgar

ARTES DO VILASI





 OFICINA
A UFRR divulgou edital para selecionar quatro professores horistas que vão atuar nos cursos de extensão em línguas e culturas Macuxi e Wapichana. As inscrições terminam dia 31.03. O documento está disponível na página http://ufrr.br/insikiran.

BOOKCROSSING BLOGUEIRO



Em abril rola a 10ª edição do BookCrossing Blogueiro. O evento é colaborativo e nacional, consistindo em deixar livros espalhados pelas cidades com dedicatórias ou bilhetes avisando que as obras não estão perdidas e convidando quem os encontrou a ler e depois libertá-las novamente. Quem não tiver blog pode participar através das redes sociais, publicando na página do evento no Facebook ou em sua própria página. 


NA FRANÇA

 


O roraimense Cristino Wapichana integrou a comitiva de escritores que representou o Brasil no 35º Salão do Livro de Paris. Na foto, está com o ministro da Cultura Juca Ferreira em Paris.

COLECIONADORES



Quer conversar sobre selos, moedas, postais, cédulas, objetos antigos e todo tipo de coleção, trocar alguma peça e fazer um bom negócio? Então pode aparecer todo sábado, das 10h às 12h, na Livraria Saber. Os senhores da foto fazem parte do grupo que se encontra lá aos finais de semana para conversar sobre suas coleções e tomar um bom café.

MAIS COLECIONADORES

Neste sábado (28) tem um encontro de colecionadores na Banca Aerocomix, localizada no Aeroporto de Boa Vista. A turma do Comics Fãs RR vai expor miniaturas, action figures, HQs e hotweels. Também serão arrecadados gibis para posteriormente serem doados a crianças carentes. O público concorrerá a sorteios de HQs e poderá disputar partidas de games. Mais informações com Anderson Siqueira (999135 2112).

CRIAÇÃO LITERÁRIA



Agende-se: o escritor Marcelino Freire estará em Boa Vista nos dias 9 e 10 de abril ministrando uma oficina de criação literária. Se quiser participar, escreva para todasasquebras@gmail.com. No dia 11, em parceria com o Coletivo Arteliteratura Caimbé e a UFRR, participará de um recital poético e do Sarau da Lona Poética no Espaço União Operária.

MAIS CULTURA

O Coletivo Arteliteratura realiza até junho uma série de atividades na escola municipal indígena Tuxaua Albino Moraes, que atende às crianças da comunidade indígena Ilha, na Terra Indígena São Marcos. A iniciativa foi selecionada pelo projeto Mais Cultura nas Escolas, do Governo Federal, e inclui entrega de livros de autores roraimenses, oficinas de criação literária, artes, rodas de conversa com escritores e exibição de filmes. As fotos mostram a poeta Zanny Adairalba e o artista plástico Marcelo Santa Isabel na primeira intervenção. Para ver outras, acesse www.caimbe.blogspot.com.br.







quinta-feira, 19 de março de 2015

Coluna Rede Literária, edição # 135, de 19.03.15

PRÓLOGO
Salve, gente bonita!

Leram o que esta semana? Só as timelines das redes sociais? Faz isso não, povo. Abre um livro impresso ou digital, um blog e manda ver noutro tipo de leitura. Faz bem ler.
Beijos recomendatórios.

Edgar Borges
Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com / edgarjfborges@gmail.com
Siga no twitter: @borgesedgar


LEI DE INCENTIVO

O Conselho de Cultura de Roraima e a Secult estão promovendo um encontro para o aperfeiçoamento do edital da Lei Estadual de Incentivo. A ideia é que produtores, patrocinadores e  poder público se encontrem para sugerir melhoras no edital que facilitem a vida de todos. O encontro será nesta sexta-feira (20) as 9 na videoteca do Palácio da Cultura.

VENHA VADIAR



Nesta sexta-feira (20) tem roda de capoeira na Igreja Matriz, em frente à Orla. Os jogos começam às 20h. Passa lá e mostra teu gingado.

 
CIDADANIA

Olha que legal: tem 1.600 vagas abertas para um curso on line de Cidadania Fiscal. O conteúdo está relacionado ao exercício da cidadania, à ética e à educação fiscal, visando o aprimoramento da relação participativa e consciente entre o cidadão e o Estado e a defesa permanente das garantias constitucionais. A carga é de 20 horas, que serão cumpridas entre 2 de abril a 4 de maio. As inscrições gratuitas seguem até 31 de março: http://bit.ly/1rHcF8p.


BOLSAS DE CULTURA

A UFRR está com inscrições abertas para a sua bolsa cultura. São 43 vagas para alunos da instituição, distribuídas entre as funções de vocalista, guitarrista, tecladista, baterista, baixista, dançarino e corista, entre outras. A bolsa, no valor de R$ 360, terá duração de nove meses e as inscrições vão até o dia 29.03. Edital e formulários aqui: http://prae.ufrr.br/.

GRITO ROCK

A oitava edição do festival Grito Rock Boa Vista será realizada neste sábado e domingo (21 e 22), na Praça do Mirandinha. Treze bandas locais vão se apresentar: Dr Yoko, Míssil Javali, Biosong, SL 16, Jamrock, Johnny Manero, Red Roof, Projeto Churras, Bluts, Rotação Perfeita, Bruna Vitória, Brenda e o Bando e Epilepsy. Os shows serão à noite.

PRÊMIO FIER DE REDAÇÃO

A Federação das Indústrias do Estado de Roraima lança nesta sexta (20() o Prêmio FIER de Redação e Artigo Científico 2015. A temática deste ano é a eficiência energética. Alunos dos ensinos fundamental e superior poderão concorrer a troféus, notebook, tablet’s e dinheiro.

POEMA

Alma

Aquela que anima
Chama-se psiquê.
Quem és tu?
Que não te vejo
E por que tu estás sempre alerta?
Vigilante?
Tu sonâmbula
Põe-se latente
Nas horas de ardência
Em momentos de dor
Torna-te evidente
Estarás por entre as vísceras?
Me digas
Onde tu estás
Quando a fadiga dilacera-me
Quando me decomponho em mil cores?
Rogo-te
Que venha até mim
Quando  eu esteja desperto
Para a realidade
Incompreensível
Chamada loucura
Que eu te veja
Mas não me venha vestida com os mantos da lucidez
Toda plácida
Pois é a ti
 Alma
Que anseio conhecer.
Por entre as tuas vestes
Diáfanas
O universo oculto.
O princípio
E a resposta que está no intervalo
Chamado fim.

Texto de Larissa de Melo Lima.

REGISTROS DE POESIA

O Coletivo Arteliteratura Caimbé, em parceria com a livraria Saber, realizou na semana passada a edição de março do Sarau da Lona Poética. Celebrou o Dia Nacional da Poesia 2015, cinco anos de atividade e um ano da Lona Poética, atualmente o único sarau regular em Roraima. Para comemorar tudo isso, foram sorteados livros dos poetas Sérgio Murilo e Rodrigo Mebs, cartões postais, livros e um poema ilustrado deste colunista que lhes escreve. Vejam algumas fotos:





 
 



COMPRE CONTOS



Pessoas bonitas, este é o meu livro. Se quiserem, passem nas livrarias Saber ou UFRR para comprar ou então peçam por e-mail. O blog do livro, caso queiram saber mais da obra: http://livrosemgrandesdelongas.blogspot.com.br/.

quinta-feira, 12 de março de 2015

Coluna Rede Literária, edição # 134, de 12.03.15


 PRÓLOGO

Salve, gente bonita que curte literatura.

A partir de agora estaremos por aqui todas as quintas-feiras. O sábado ficou então para lá, bem longe da gente. Fica a dica para quem acompanha a coluna desde sempre e para quem está chegando: mande sua notícia, dica de livro, informação, crítica e convite para jantar nos e-mails listados abaixo. Estamos aqui para atender conforme der.

Beijos de quinta.

 Edgar Borges
Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com / edgarjfborges@gmail.com
Leia on line: www.culturaderoraima.blogspot.com.br

Siga no twitter: @borgesedgar



 SARAU NA SEXTA





O Coletivo Arteliteratura Caimbé promove nesta sexta-feira (13) mais uma edição do Sarau da Lona Poética. O encontro literário começa às 18h30, na Livraria Saber, parceira do evento, e vai comemorar o Dia Nacional da Poesia, celebrado todo 14 de março, e os cinco anos de atividades do grupo.

O QUE VAI TER

O sarau é aberto a pessoas de todas as idades. Além de música e poesia, haverá sorteio de livros, vale-compras, postais e poemas de escritores roraimenses ilustrados por artistas locais. A entrada é franca e quem quiser pode doar exemplares de livros literários e histórias em quadrinhos para o projeto de implantação de bibliotecas comunitárias em Boa Vista e comunidades indígenas de Roraima. 

NOITE DE TEATRO






O espetáculo “A Santa Casa” será apresentado nesta quinta-feira (12) às 19h, no Palácio da Cultura, pelo grupo Criart Teatral. A entrada é franca. Chega lá que é coisa boa.


GESTÃO CULTURAL

Gente que mexe com cultura e quer fazer um trabalho ainda melhor, presta atenção: a  UFRR prorrogou até o dia 15 de março as inscrições no curso de Extensão em Gestão Cultural que ofertou em parceria com o MinC. São 60 vagas para os 15 municípios do Estado, distribuídas entre gestores públicos, conselheiros de cultura, alunos, professores e técnicos da UFRR e agentes de entidades e/ou organizações culturais. O edital e os anexos estão disponíveis na página da Fundação Ajuri (www.ajuri.org.br).



CORDEL




 A escritora cearense e feminista Jarid Arraes disponibilizou para leitura e download o cordel “Informação Contra o Machismo“, no qual fala sobre a importância do acesso à informação na luta contra a misoginia e a violência de gênero. Para ler e baixar o cordel, é só clicar aqui: http://bit.ly/1BrgNzH.



PROFICIÊNCIA




Se você é estrangeiro e precisa do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa, se ligue: as inscrições para o exame na UFRR vão até o dia 1º de abril. Clique para inscrever-se:
http://celpebras.inep.gov.br/inscricao


CADASTRAMENTO

Vou repetir uma nota da semana passada para garantir que mais gente saiba e possa participar do esquema de trabalho proposto: a Secretaria Estadual de Cultura publicou um edital de cadastramento e credenciamento de artistas dos segmentos culturais Artes Visuais, Artes Cênicas, Audiovisual, Literatura, Música, Culturas Populares, Povos e Comunidades Tradicionais para possível prestação de serviços ao governo. O prazo termina dia 31 de março de 2015 e os documentos devem ser entregues no Departamento de Promoção Cultural da Secult, das 8h às 13h, no Palácio da Cultura.
Lá, também é possível encontrar a ficha de inscrição e ler o edital completo. Bom mesmo seria que ficasse tudo ficasse on line para download, mas parece que não vai rolar essa modernidade toda.



COMPRE CONTOS




Pessoas bonitas, este é o meu livro. Se quiserem, passem nas livrarias Saber ou UFRR para comprar ou então peçam por e-mail. O blog do livro, caso queiram saber mais da obra: http://livrosemgrandesdelongas.blogspot.com.br/.


 SE LIGA



Foi sancionada a lei contra o feminicídio. A Lei 8.305/14 prevê penas que podem variar de 12 a 30 anos de prisão, com agravamento da pena se a violência atingir gestante ou mãe com filho de até 3 meses.

sábado, 7 de março de 2015

Coluna Rede Literária, edição # 133, de 07.03.15

PRÓLOGO

Salve, gente bonita!
Esta será a última edição de nossa coluna aos sábados. A partir de agora circularemos às quintas. Portanto, se você tiver interesse em divulgar alguma atividade, mande as informações até as 12h de cada quarta-feira. Como sempre repito, aceitamos colaborações.
Beijos colaborativos,

Edgar Borges
Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com/edgarjfborges@gmail.com
Siga no twitter: @borgesedgar

DIA DA MULHER

Este colunista acha que a melhor criação divina (ou resultado da evolução, se for a sua linha de pensamento) é a mulher. Também acho que homens que maltratam mulheres física e psicologicamente são pessoas estúpidas e outras coisas que a censura não me permite escrever. Enfim, em nome de todos os homens que respeitam as mulheres e levantam a tampa do vaso sanitário quando fazem xixi, um beijo para todas as que fazem deste mundo um ambiente mais lindo.

ESPETÁCULO

 

As atrizes e cantoras Cláudia Lima, Fátima Campos, Jéssica Stephens, Letícia Sant’ana, Rachel Dinelly, Vânia Coelho e Mercedes Castillo são as estrelas do espetáculo "Mulheres", que será apresentado neste sábado e domingo (7 e 8), às 20h30, no teatro Jaber Xaud do Sesc Mecejana. O ingresso custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia para estudantes e comerciários com carteira atualizada) e estarão à venda no local, a partir das 18h. Pode chegar que é coisa boa.

EM FORMA



 Esta é a turma do Coletivo Urucum, que liderou nesta sexta-feira (6) a intervenção “Mulheres em Forma”. A atividade começou à tarde, na Casa da Cultura Madre Leotávia Zoller, e foi pela noite, com exposição de artes plásticas, sarau e músicas. Os coletivos Arteliteratura Caimbé e Maku X também participaram da ação.

POETAS
 
Roraima tem mulheres de muito talento na literatura e em outros segmentos artísticos. Em nome de Zanny Adairalba e Elimacuxi, lindas poetas de grandes escritos, parabenizamos  todas aquelas que deixam a vida mais leve no Estado. (Fotos: Edgar Borges e Sullivan Barros)



















INTERCÂMBIO

O edital de Intercâmbio Brasil-França 2015, realizado pelo MuseusBR, em parceria com a Escola do Louvre, na França, recebe inscrições até 16 de março. Serão selecionados alunos de mestrado ou doutorado nas áreas de Museologia, História da Arte, Arqueologia, Antropologia e Etnologia. Os estudantes irão participar do Seminário Internacional de Verão de Museologia (Siem), durante duas semanas, e de estágio em museus franceses, nas outras dez semanas. Para saber mais, acesse info: http://bit.ly/1Ac9Dhr.

SARAU NA SABER

Anota aí na agenda: na próxima sexta (13) vai ter Sarau da Lona Poética. O encontro, organizado pelo Coletivo Caimbé, será na Livraria Saber, a partir das 18h30. A entrada é franca e quem quiser poderá levar exemplares de livros literários e histórias em quadrinhos para doar à campanha de formação de bibliotecas comunitárias em Boa Vista e comunidades indígenas de Roraima. Haverá sorteio de vale-compras, livros e poemas ilustrados.

FOTOGRAFIA

O Centro de Turismo, Artesanato e Geração de Renda Velia Coutinho, na avenida Capitão Ene Garcez, promove nos dias 7 e 8 de março um varal fotográfico para comemorar o Dia Nacional do Turismo. A partir das 16h as imagens podem ser conferidas. 

FOTOCLUBE

Também na onda das homenagens ao sexo feminino, o Fotoclube Roraima abriu nesta sexta (6) a exposição 'Ser Mulher' que ficará à mostra durante todo o mês de março no Roraima Garden Shopping. São 30 imagens de 14 fotógrafos.

CADASTRAMENTO

A Secretaria Estadual de Cultura publicou um edital de cadastramento e credenciamento de artistas dos segmentos culturais Artes Visuais, Artes Cênicas, Audiovisual, Literatura, Música, Culturas Populares, Povos e Comunidades Tradicionais para possível prestação de serviços ao governo. O prazo termina dia 31 de março de 2015 e os documentos devem ser entregues no Departamento de Promoção Cultural da Secult, das 8h às 13h, no Palácio da Cultura. Lá, também é possível encontrar a ficha de inscrição e ler o edital completo (Bom mesmo seria que ficasse tudo ficasse on line para download).

LIBRAS

A UFRR recebe de 9 a 13 de março as inscrições nos cursos de Libras Módulo Básico I e II. As aulas começam no dia 14/03. O Módulo Básico I será das 8h às 10h e o Módulo Básico II será das 10h às 12h, somente aos sábados. Mais informações: coord.libras@ufrr.br ou 3621-3165.

COLECIONADORES

Se você coleciona postais, selos, cartões telefônicos, moedas, cédulas, tampinhas de garrafa e afins e está querendo conversar com pessoas que também fazem isso, se liga: todos os sábados, das 10h às 12h, rola um encontro de colecionadores na livraria Saber. É só chegar e exibir o que está juntando. Rola até o momento da compra e troca.

COMPRE LIVRO

 

Olha aí o meu livro de contos esperando ser comprado por você, leitor lindo desta coluna.


sábado, 28 de fevereiro de 2015

Coluna Rede Literária, edição # 132, de 28.02.15

PRÓLOGO
Gente bonita,
Taí a coluna, toda de vocês. Espero que façam bom uso. Se não fizerem, me avisem para entrar nessa folia juntos.
Beijos useiros,
Edgar Borges

Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com/edgarjfborges@gmail.com
Siga no twitter: @borgesedgar


PENSANDO AS UNIVERSIDADES

O livro “Pensar e Construir a Universidade no Século XXI”, publicado pela Editora da Universidade Federal de Roraima, será lançado no dia 6 de março na Universidade de Aveiro, Portugal. A obra foi organizada pelos professores doutores Roberto Ramos, da UFRR, e Jorge Bonito, da Universidade de Évora, também de Portugal. Quem quiser ler os artigos pode adquirir a obra na Livraria da UFRR.

FESTANÇA


Hoje tem festa na mansão do escritor Eroquês Velho, poeta e declamador gaúcho de nascimento e roraimense por opção. A coluna o parabeniza e deseja longos anos de produção literária.

LINHA E CORTE


Até o dia 30 de março será possível conferir na Galeria de Artes Franco Melchior, Sesc Mecejana, a exposição em gravuras do artista plástico Lasar Segal - Poesia da Linha e do Corte. Agende-se de segunda a sexta, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

GTAP              
  
A Secult (Secretaria Estadual de Cultura) está com inscrições abertas até o dia 5 de março para que membros da sociedade civil e entidades representativas ligadas ao segmento de Arte e Cultura façam parte do Gtap (Grupo Técnico de Avaliação de Projetos). São nove membros titulares e nove suplentes, com representatividade do Governo do Estado por meio da Secult, do Conselho Estadual de Cultura e da sociedade civil organizada. A função é realizar a análise técnica dos projetos culturais beneficiados pela Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

COMO PARTICIPAR

As inscrições para o Gtap serão realizadas na sede da Secult, no Palácio da Cultura Nenê Macaggi, das 7h30 às 13h30. Os candidatos devem apresentar originais e cópias, ou cópias autenticadas, da carteira de identidade, CPF, comprovante de residência e documento da instituição ao qual representam. Conforme a legislação, os membros do Gtap não são remunerados pelo exercício de suas atividades.                 

VIAGENS

 
Está aberto o cadastro de artistas do Ministério do Turismo para artistas que tenham interesse em fazer apresentações com cachê custeado por repasse da pasta. Os recursos só poderão ser destinados a eventos gratuitos, comprovadamente tradicionais e de notório conhecimento popular. Saiba mais: http://goo.gl/80lRM0.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                           

TEM VAGAS

Formados em Letras, se liguem: a UFRR recebe até 5 de março as inscrições no processo seletivo simplificado aberto para contratar dois professores substitutos para o Colégio de Aplicação na área de Língua Portuguesa. Os selecionados terão remuneração de R$ 2.764,45 mensais. O edital e seus anexos podem ser consultados na página www.progesp.ufrr.br, opção Seleções e Concursos/ Concursos e Seleções 2015.

INTERVENÇÃO


Por ocasião do Dia Internacional da Mulher, uma intervenção multicultural chamada “Mulheres em Forma” está sendo organizada por uma turma do curso de Artes Visuais da UFRR e vai rolar na próxima sexta-feira (6.3), das 14h às 20h, na avenida Jaime Brasil, em frente à Casa da Cultura Madre Leotávia Zoller. A intenção é promover a reflexão sobre a figura feminina e sua representação para a sociedade. Se quiserem participar expondo alguma poesia, escultura, pintura ou afins, liguem para 99115 9195 ou 99154 4656. Poetas, declamadores e músicos já podem sentir-se convidados para a parte do sarau, que vai rolar das 17h em diante.

SOCIOAMBIENTALISMO


Robson Oliveira de Souza e Luís Fernando dos Reis Guterres, professores da Universidade Estadual de Roraima (UERR) são coautores do livro “Socioambientalismo de Fronteiras - Relações Homem-Ambiente na Amazônia (volume III)”, que contou com a participação de pesquisadores das universidades federais de Roraima e Amazonas, sob a coordenação dos professores Edson Damas da Silveira e Serguei Aily Franco de Camargo. Robson e Luís Fernando elaboraram um artigo sobre a pesca esportiva no rio Branco.

PÊSAMES    


Na última quinta-feira (26) faleceu o poeta e declamador de grande presença Dagmar Viera Ramalho. Sempre muito educado e sorridente, em várias ocasiões participou de eventos literários promovidos pelo Coletivo Arteliteratura Caimbé, a exemplo do Sarau DoQuintal, conforme registrado na imagem. À família, os nossos pêsames.

COMPRE CONTOS



Pessoas bonitas, este é o meu livro. Se quiserem, passem nas livrarias Saber ou UFRR para comprar ou então peçam por e-mail. O blog do livro, caso queiram saber mais da obra: http://livrosemgrandesdelongas.blogspot.com.br/.

DOE LIVROS

Tem exemplares de histórias em quadrinhos ou livros literários (não técnicos nem didáticos) e quer fazer o bem ao próximo? Então doa parte deles para a campanha de coleta de livros e HQs que está sendo feita pelo Coletivo Arteliteratura Caimbé para ajudar na implantação de bibliotecas comunitárias em Boa Vista e nas comunidades indígenas de Roraima. Para combinar a entrega do material, é só escrever para coletivocaimbe@gmail.com, deixar mensagem na fan page www.facebook.com/coletivocaimbe ou ligar 991114001.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Coluna Rede Literária, edição # 131, de 21.02.15

PRÓLOGO

Nessa batida da ressaca pós-carnaval, com uma demolição do patrimônio histórico no meio, e apenas dois dias de trabalho útil, chegamos sãos e salvos a mais um final de semana na capital mais destrutiva da região Norte.

Beijos derrubadores,

Edgar Borges
Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com/edgarjfborges@gmail.com
Siga no twitter: @borgesedgar

ONCINHA




Cristino Wapichana comemora a publicação de mais um livro dedicado ao público infantil: A Oncinha Lili. Destinado a crianças a partir de dois anos, a obra saiu pela Editora Edebe e foi Ilustrada por Águeda Horn. Se se interessar, busca o Cristino no Facebook e faz o teu pedido que ele manda direto do Rio de Janeiro. O lançamento oficial ainda não foi definido.

 



Casa da Cultura

CHECK-LIST CULTURAL DA DEPRESSÃO – A ATUALIZAÇÃO




Em dezembro de 2014, as coisas estavam assim em Roraima:
1.       Casa da Cultura: fechada
2.       Intendência: fechada
3.       Centro Multicultural da Orla: fechado
4.       Teatro Carlos Gomes: fechado
5.       Museu Integrado de Roraima: fechado
6.       Biblioteca municipal: fechada
7.       Biblioteca estadual: só funciona em horário comercial e não abre aos finais de semana... Quase fechada, então.
8.       Galeria do anfiteatro do parque Anauá: fechada
9.       Bibliotecas dos municípios: quase todas fechadas
10.   Prédio antigo da Secretaria Estadual de Educação: abandonado

Agora, desde a segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015,  devemos fazer um acréscimo:
11. Prédio histórico do Hospital Nossa Senhora de Fátima: destombado e demolido.


QUESTIONAMENTOS SOBRE DEMOLIÇÕES E DESCASOS




1)      Com tantas descobertas de técnicas de arquitetura e engenharia, será que nenhuma conseguiria segurar as paredes do prédio do Hospital Nossa Senhora de Fátima em pé?
2)      A Diocese de Roraima não poderia ter buscado recursos ou parcerias que viabilizassem uma ação de recuperação do prédio que ela abandonou e deixou se acabar?
3)      Por que ninguém valoriza a memória histórica da cidade?
4)      Incompetência e má vontade são requisitos básicos para trabalhar na área do patrimônio histórico e da cultura em Roraima?



5)      O que aconteceria se os gestores que solicitaram e autorizaram a destombamento, e indiretamente aprovaram a demolição do prédio, fossem governar cidades como Cuzco? Em menos de um ano tudo já estava no chão ou demorava mais um pouco?
7)      Muitas pessoas não liguam para o patrimônio histórico da cidade, sob a alegação de que se está caindo é melhor derrubar para fazer algo que dê resultados para a vida da população. Talvez nas férias viajem para a Europa e nos passeios pelas vielas cheias de casas medievais digam: já pensou se no Brasil a gente tomasse conta de nossa história como os europeus?
8)      Qual será o próximo prédio importante a cair?



LINGUAGEM E CULTURA REGIONAL

A UFRR realizará em março o IV Simpósio Internacional de Estudos de Linguagem e Cultura Regional, com o tema Linguagem, Sociedade e Ensino. Alunos e professores de pós-graduação podem submeter, até 8 de março, resumos com os seguintes eixos temáticos: arte e cultura regional; linguagem e identidade; língua em contato; literatura regional amazônica, caribenha e latino-americana. Os trabalhos e pedidos de mais informações devem ser enviados para o e-mail ppgl@ufrr.br.

COMPRE CONTOS

Pessoas bonitas, este é o meu livro. Se quiserem, passem nas livrarias Saber ou UFRR para comprar ou então peçam por e-mail. O blog do livro, caso queiram saber mais da obra: http://livrosemgrandesdelongas.blogspot.com.br/.


POEMA
 

Era um disco de vinil
Na vitrola de uma amiga
Rodando um tempo passado
Numa canção bem antiga
*
Fechei meus olhos, voltei
Pra o tempo que hoje divago
Ouvindo o TEMA DE LARA
Do filme DR. JIVAGO
*
Ao voltar pro outro tempo
Vi o filme que assisti
Senti a mão sobre a minha
De quem eu nunca esqueci
*
Chegou ao fim a canção
Outra canção começou
Mas não falava com a alma
Da canção que terminou
*
Quem de nós não namorou
Do jeito que eu namorei
E quem de nós nunca chorou
Do jeitinho que eu chorei
*
O disco ficou silente
Eu com os olhos marejados
Estava aqui no presente
Caminhando em meu passado.

Texto sobre o passado que deixa as pessoas calejadas, de Eroquês Velho.

 
VISUAL



Hospital Erótica, obra de Stephen Nelson.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Como destuir a história de uma cidade



A Diocese de Roraima mandou derrubar o prédio do Hospital Nossa Senhora de Fátima, o  primeiro do estado, construído no começo do século passado. Alegação? As paredes poderiam cair a qualquer momento. Com base nesse argumento conseguiu que a prefeitura de Boa Vista autorizasse o destombamento da edificação e em menos de um mês botou abaixo o que antes era patrimônio histórico. 














 A demolição aconteceu na segunda-feira (16), naquele período em que todo mundo está ligado na folga de carnaval. Na terça eu passei por lá à noite. Peguei dois tijolos e levei para casa. Dei sorte, pois as máquinas estavam lá na quarta-feira de cinzas, trabalhando aceleradamente para terminar de apagar a história da cidade.
Contei para minha avó, nascida e criada em Roraima, que o prédio havia sido demolido. Ela ficou boquiaberta e falou:
- Meu Deus...Para que fizeram isso? Já pensou no trabalho que deu construir aquilo, ainda mais que antigamente tudo tinha que vir de fora?
Voltei no outro para ver as ruínas. Vendo as máquinas, me enchi de perguntas:
1)      Com tantas descobertas de técnicas de arquitetura e engenharia, será possível que nenhuma conseguiria segurar as paredes do prédio em pé?
2)      A Diocese não poderia ter buscado recursos ou parcerias que viabilizassem uma ação de recuperação do prédio que ela abandonou e deixou se acabar?
3)      Por que ninguém valoriza a memória histórica da cidade?
4)      Incompetência e má vontade são requisitos básicos para trabalhar na área do patrimônio histórico e da cultura em Roraima?
5)      Cadê pronunciamento do Conselho Estadual de Cultura, já que o municipal não existe, repudiando a ação da diocese e dando aquela chicotada no poder público por não ter rápida iniciativa que garantisse a manutenção do prédio?
6)      O que aconteceria se os gestores que solicitaram e autorizaram a destombamento, e indiretamente aprovaram a demolição do prédio, fossem governar cidades como Cuzco? Em menos de um ano tudo já estava no chão ou demorava mais um pouco?
7)      Muitas pessoas talvez não liguem para o patrimônio histórico da cidade, sob a alegação de que se está caindo é melhor derrubar para fazer algo que dê resultados para a vida da população. Estas mesmas figuras serão aquelas que em suas férias viajarão para a Europa e nos passeios nas vielas cheias de casas medievais  vão dizer: já pensou se no Brasil a gente tomasse conta como os europeus?
8)      Qual será o próximo prédio importante a cair?