quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Poeta ministra oficinas de literatura de cordel na XX Feira de Ciências de Roraima



A poeta e compositora Zanny Adairalba, membro do Coletivo Arteliteratura Caimbé, vai ministrar oficinas sobre literatura de cordel na XX Feira de Ciências de Roraima 2012, evento que faz parte da VII Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de Roraima. A atividade acontece nesta quinta (18), sexta (19) e sábado (20), sendo uma turma para cada dia, sempre a partir das 15h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no campus Boa Vista da UERR ou pelo telefone 2121 0955.

A oficina pretende orientar os participantes sobre como escrever um cordel a partir da construção de estrofes em sextilha, estilo mais usado pelos poetas populares, estimular a leitura e ensinar os participantes a brincar com as rimas, explica Zanny.

A oficina é mais um espaço dedicado à literatura de cordel na feira. No sábado (20), a partir das 16h, será realizado o II Encontro de Cordelistas de Roraima, reunindo os escritores deste gênero para um sarau em plena feira de ciências.

PERFIL - Zanny Adairalba é compositora e poeta. Como cordelista, se destaca no cenário literário de Roraima por ser a primeira mulher a trabalhar esse gênero no Estado. Possui 13 cordéis publicados em folhetos e sites. É autora dos livros de poemas "Palavras em preto e branco", "Micropoemas" e "Repoetizando". Possui músicas gravadas por intérpretes roraimenses e já recebeu diversos prêmios por suas criações poéticas e musicais.

Em 2005 escreveu, em parceria com Chiquinho Santos, um auto cordelizado intitulado “Caimbé de Natal - O Auto de Macunaima”. A peça marcou sua estreia na área da dramaturgia e, dirigida por Renato Barbosa, foi encenada em praça pública por três anos consecutivos durante os eventos natalinos da Prefeitura de Boa Vista.

Integra o Coletivo Arteliteratura Caimbé, organização amazônica não governamental que fomenta a cidadania usando como ferramenta a literatura. Também é membro fundadora do Fórum Permanente de Cultura de Roraima e na área pública atua como gestora e consultora cultural. Parte de seus textos pode ser lido no blog www.repoetizando.blogspot.com.br.

Zanny já publicou os seguintes cordéis: “Casa pequena”, “Maria varre mundo”, “Garimpo de fronteira - O encontro de Canaimé com Dona Ritinha”, “Raimundinho, seu Raimundo e as descobertas e um novo mundo”, “Boa Vista, a cidade que nasceu de uma paixão”, “Oh peste, essa Conceição!”, “Nenê Macaggi - Uma história para ser lembrada”, “Eclipse - A Origem de Macunaima”, “Santanna, o Cantador”, “Esse tal Chiquinho Santos”, “Caimbé de Natal - O Auto de Macunaima”, “Banda Iekuana - Um movimento espinha de peixe”, “Coletivo Caimbé - Uma viagem nos passos da literatura” e “Chegança - O cordel do bem-querer”.