segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Coluna Rede Literária, edição # 73, de 18.11.13

PRÓLOGO

Salve, povo lindo! Espero que tenham aproveitado o feriadão para fazer algo mais que cantar e dançar. Algo do tipo ler um livro.  Se não fizeram, tudo. Todo dia é o dia de abrir um livro e iniciar uma jornada nas letras. E também de contar histórias para os pequenos.
Beijos literários,

Edgar Borges 

Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com 
Siga no twitter: @borgesedgar

VISUAL


Poema visual de Maria Represas, publicado no blog Oitavos do Pintor

CONCURSOS LITERÁRIOS

Prêmio SESC-DF Machado de Assis
Informações:
a) Concurso de Contos
b) Premiação: Dinheiro e 15 selecionados para publicação em coletânea
c) Passagens e hospedagem para os três finalistas
d) Prazo: 31 de Julho de 2013

PORTO ALEGRE

Rosangela Duarte (de branco), professora da UFRR, esteve semana passada na 59a Feira de Livros de Porto Alegre para lançar o livro Expressão Musical na Educação Infantil, escrito juntamente com as pesquisadoras Patricia Kebach, Paula Pecker e Denise Sant'anna


TRANSFORMAÇÃO

O poeta Marcelo Yuka, fundador do grupo O Rappa, ministra nesta segunda a palestra "Arte como ferramenta para transformação social". A atividade faz parte da programação da IV Semana da Consciência Negra da UFRR e começará às 19h, no auditório do Centro Amazônico de Fronteiras, campus Paricarana.

VINICIUS EM MANAUS

História e poema do jornalista Luciano Abreu, hoje morando em Manaus:

“Declaro, proclamo, assino que nesta sexta-feira 13 do mês de setembro de 1974 estive no “Caldeira”, na boa e carinhosa companhia dos maiores boêmios de Manaus. E adorei!”
O texto acima foi escrito por Vinícius de Moraes ao passar quase que um dia inteiro num bar do centro da cidade, “O Caldeira”. Deixou um recado numa folha de papel, carinhosamente preservado até hoje. Vinícius conversou, escreveu, cantou, brincou, bebeu. Fez tudo aquilo que um poeta boêmio gosta de fazer.

Mestre Vinícius

Ao mestre digo 
Obrigado
Não o conheci assim de tocar
O tenho na memória 
Do retrato
Nas leituras secretas a folhear
Na rotina saborosa 
De degustar o verso 
E a prosa

Do mestre aprendi
Que o infinito é
Enquanto durar
A intensidade do que vivi

As palavras do mestre
Viajam distantes
No universo íntimo e profundo
Dos simples e mágicos instantes
De uma alma que cabe o mundo

Ao mestre digo
Imortal
Na tua chama sempre aquecerei
Os sonhos e os desejos
Até aqueles que nunca terei
Nada mais imortal 
Que o amor do poeta
Nas rimas de uma vida
Que não encontra final.

ACHADOS E PERDIDOS

Da fan page 100 contos por 10 contos trocados, vem a prosa-reflexão da semana, feita pelo escritor  Daniel Viana. E se você não sabe do que se trata, é sobre os bonecos da Mônica que foram roubados e encontrados rapidamente, bem diferente do corpo do pedreiro Amarildo 


NEGRITUDE

Serão aceitas até 30 de novembro de 2013, as inscrições para os editais Palmares 25 anos: 3º Ideias Criativas e 1º Imagens da Memória. O foco são ações da cultura afro-brasileira, na valorização da presença histórica da população negra no Brasil e na promoção da resistência cultural negra. Dá uma olhada aqui

PARA REFLETIR

Se você acredita que a culpa por agressões sexuais é sempre da vítima, que provocou, que fez por onde, que deveria ter ficado em casa, veja 10 vezes essa ilustração e reflita 20 


FESTAS DA SEMANA

No próximo domingo, 22 de novembro, tem aniversário duplo no mundo do livro e literatura local, com o cordelista Rodrigo de Oliveira e o livreiro Antônio Bentes comemorando seus nascimentos. 

VENEZUELA

A inversão das prioridades na Venezuela no mundo cada vez mais eletrônico. A charge é de Rayma, ilustradora do jornal El Universal



AVISO DE UTILIDADE PÚBLICA

O Coletivo Arteliteratura Caimbé o Estúdio Parixara mandam avisar: o Sarau DoQuintal que estava agendado para a próxima sexta (22) foi transferido para o dia 15 de dezembro. Isso dá tempo para que todos decorem mais poemas.