segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Coluna Rede Literária, edição # 70, de 28.10.13

PRÓLOGO

Gente bonita que curte livro, leitura e literatura. Taí a edição # 70 da coluna literária mais bonita da cidade feita especialmente para vocês, que compram a Folha de Boa Vista ou acessa o blog Cultura de Roraima só por conta de gente. E se na verdade você chegou por acaso, sinta-se em casa do mesmo jeito. Beijos na bochecha.

Edgar Borges
Mande notícias: culturaderoraima@gmail.com
Siga no twitter: @borgesedgar

VISUAL
“Umbigo/Umbilicus”, obra do poeta visual Avelino de Araújo. Para ver mais, acesse www.avelinodearaujo.com.br

CONCURSOS LITERÁRIOS

Prêmio Literário Fundação Biblioteca Nacional
a) Concurso de Livros Publicados / Poesia, Romance, Conto, Ensaio Literário, Ensaio Social, Tradução, Projeto Gráfico e Literatura Infantil e Literatura Juvenil
b) Premiação: prêmios em dinheiro
c) Prazo: 4 de novembro de 2013
d) Edital AQUI


REVISTAA revista acadêmica Examâpaku abriu chamada para publicação de artigos. Os interessados podem enviar seu material até o dia 30 de novembro para o endereço eletrônico: examapaku@ufrr.br. O edital completo pode ser acessado na página da revista: www.revista.ufrr.br/index.php/examapaku.

PONTO
Concordando plenamente com a frase do poeta paulista Sérgio Vaz, criador da Cooperifa

REVELANDO OS BRASIS 
Atenção, moradores das cidades do Interior de Roraima: as inscrições para a quinta edição do Concurso Nacional de Histórias do Revelando os Brasis estão abertas até quinta-feira, 31 de outubro. Qualquer pessoa com mais de 18 anos que more em municípios com até 20 mil habitantes pode se inscrever pelo site www.revelandoosbrasis.com.br. Os selecionados farão um curso de audiovisual no Rio de Janeiro e terão a sua história transformada em um curtametragem.
SARAU DoQUINTAL
Gente, se programa: pega aquele livro de poesia ou aquela letra de música que você acha bonita e vai treinando que sexta-feira, primeiro de novembro, tem mais Sarau DoQuintal, o encontro poético  mais bacana da cidade. Chega junto no Espaço Cultural DoQuintal, localizado na avenida Presidente Castelo Branco, 2.266, na quadra entre as avenidas Ville Roy e Mucajaí, no bairro São Vicente. O Coletivo Arteliteratura Caimbé e o Estúdio Parixara te esperam lá a partir das 20h. Ah, os convidados especiais desta edição são os poetas do grupo Máfia do Verso, com Sony Ferseck fazendo sessão de autógrafos de seu livro "Pouco Verbo”. 
CORDELFoi lindo demais o lançamento do livro “Cordel para o Ensino de Botânica - Morfologia", do escritor Rodrigo de Oliveira, que divide a foto com a conselheira de cultura Elena Fioretti. A obra pode ser adquirida na Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação da UERR (2121-0943 e 21210944).
YOUTUBE DOS LIVROS
É desse jeito que a rede social literária Widbook é chamada. Tem como slogan “Leia, escreva, compartilhe”. Usuários podem socializar obras próprias, seguir autores favoritos, "curtir" obras e convidar membros para escrever em parceria.

VÍDEO-POEMA
 
Um vídeo deste colunista foi selecionado para participar da II Mostra Londrix Vídeo-Poema, do Festival Literário de Londrina (PR). A atual fase é de participação dos internautas. Por isso, vem o pedido: acessa www.jornaldelondrina.com.br/concursos/londrix/ e vota em “Edgar Borges - Poéticas Urbanas #1” pelo menos umas 50 vezes para garantir uma boa participação de nossa obra. A votação vai até dia primeiro de novembro.

SESSÃO DE CINEMA


Não é literatura, mas é bonito como se fosse: hoje tem sessão de desenho para as famílias que são atendidas pelo Grupo de Mães Anjos da Luz, ali no bairro Cauamé, rua Austrália, 465. É o Dia Internacional da Animação 2013, realizado em Boa Vista pelo Coletivo Arteliteratura Caimbé. Apareça lá a partir das 19h e leve sua pipoca que o filme está garantido de graça.

BIOGRAFIAS

Está pegando fogo o debate sobre as alterações na legislação que regula a publicação de biografias no Brasil. Antes de colocar a Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) que pretende alterar a atual Lei das Biografias em votação no Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cármen Lúcia quer ouvir a sociedade. Ela determinou a realização de uma audiência pública nos dias 20 e 21 de novembro para ouvir os a favor e os contra.
BIOGRAFIAS VIA E-MAIL 
Com dificuldade para publicar seu livro “Passeando por Paulo Leminski” por conta de suposto cerceamento de conteúdo, o escritor paranaense Domingos Pellegrini fez via e-mail o lançamento da obra há duas semanas. Prevenido, mandou uma cópia para o Supremo Tribunal Federal avisando sobre a sua ação.
AINDA SOBRE BIOGRAFIAS
Com trechos de letras de Caetano Veloso, Chico Buarque, Roberto Carlos, Gilberto Gil, Djavan, Milton Nascimento e Erasmo Carlos, integrantes do grupo Procure Saber, que é contra as biografias sem autorização das famílias, os dramaturgos Fábio Brandi Torres, Isser Korik e Mário Viana fizeram o seguinte texto:
"Eu só queria um dia frio, um bom lugar pra ler um livro, mas você reclamou que ele contava detalhes tão pequenos da vida, minha vida, olha o que é que eu fiz, e logo descobri que seria uma página infeliz da nossa história. Antes você dizia que é proibido proibir, mas de perto ninguém é normal, e eis que agora você declara:
- Alegria, Alegria! Uma vera gata, das que não tem dúvida, apareceu. Essa tigresa me falou que o mal é bom e o bem cruel. E aí, princesa, surpresa, você me arrasou. Serpente, nem sente que me envenenou.
Agora, eu não consigo entender sua lógica de cuspir chicletes do ódio no esgoto exposto. Se todo quadro negro é todo negro eu escrevo seu nome nele pra demonstrar o meu apego e não deixo de querer conquistar uma coisa qualquer em você. Mas de nada adiantam as súplicas.
Se eu só lhe fizesse o bem, talvez fosse um vício a mais. Você pensa que eu tenho tudo e vazio me deixa, catando a poesia que entornas no chão. Faço no tempo soar minha sílaba, enquanto você exerce seus podres poderes. O que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta. Afasta de mim esse cálice, porque amanhã vai ser outro dia e nenhuma força virá me fazer calar, afinal, eu sou terrível. E onde queres dinheiro, sou paixão.
É preciso estar atento e forte, porque você pode tomar café com Suíta, ou mesmo uma Coca-Cola enquanto ela pensa em casamento, você pode dizer que a Warner gravou e a Globo vai passar, você pode mandar aquele abraço para o Velho Guerreiro, mas se eu quiser caetanear o que há de bom, só com a força da grana que ergue e destrói coisas belas.
Largue esta estúpida retórica de homem velho que contava dinheiro e volte a ser um campeão da canção, um ídolo, um pateta, um mito da multidão. Porque uns dizem sim e não há outros. Ou não?"