sábado, 8 de setembro de 2012

Coluna Rede Literária, edição #13, de 8 de setembro de 2012

PRÓLOGO

O feriadão chegou, trouxe o calor do mundo todo e você ficou na cidade apenas para comprar a Folha ou entrar no blog  e ler a nossa coluna? Muito obrigado! Foi pensando nisso que trouxe esse monte de dicas. Espero que gostes. Afinal, assim como você, eu também fiquei em Boa Vista e vou aproveitar para ler alguma coisa. Beijos do índio.

Edgar Borges
www.culturaderoraima.blogspot.com.br
culturaderoraima@gmail.com

CURTI!



"O último livro que li, ou melhor, reli, foi o Livro sobre nada, de Manoel de Barros. Diante da força com que somos levados enquanto seres do consumo, ledamente iludidos pela possibilidade de felicidade eterna pela compra, ver lagartixas, sapos, musgos, latrinas milagrando flores, formigas serem mais importantes do que usinas nucleares, faz um bem danado. Nosso olhar diante da poética de Barros é questionado: não adianta se aproximar de sua poética armado com nossas ideologias baratas: ali o Nada tem seu valor, como o nada que também somos quando olhados pelo olhar vesgo do poeta: olhar que colhe restos, como um homem jogado fora".

Devair A. Fiorotti é professor universitário.


DICA

O livro 'Manuscrito encontrado em Accra', de Paulo Coelho, traz o seguinte enredo: 14 de julho de 1099. Enquanto Jerusalém se prepara para a invasão dos cruzados, um grego conhecido como Copta convoca uma reunião com os jovens e velhos, homens e mulheres da cidade. A multidão formada por cristãos, judeus e muçulmanos chega à praça achando que irá ouvir uma preleção sobre como se preparar para o combate, mas não é isso que o Copta tem a lhe dizer. Tudo indica que a derrota é iminente, mas o grego só quer instigar as pessoas a buscarem a sabedoria existente em sua vida cotidiana, forjada a partir dos desafios e dificuldades que têm de enfrentar. O verdadeiro conhecimento, acredita, está nos amores vividos, nas perdas sofridas, nos momentos de crise e de glória e na convivência diária com a inevitabilidade da morte.


PUBLICAÇÃO DE TESES

Essa a gente já deu, mas dar duas vezes não custa nada: a Editora da Universidade Federal de Roraima abriu edital para selecionar três teses de doutorado de professores efetivos em exercício na UFRR. As inscrições começam nesta segunda (10) e vão até 19 de outubro. O edital completo, com as normas e regulamento, está neste link.

CORDELISTA


O cordelista e professor universitário Rodrigo de Oliveira participou das comemorações do Dia do Biólogo na Universidade Estadual de Roraima. Os 13 cordeis que já escreveu podem ser lidos on line no site Recanto das Letras. Clique aqui. Vai lá que só tem coisa boa.












LITERATURA DE CORDEL

A escritora Zanny Adairalba realiza nesta quarta (12), às 16h30, uma palestra sobre literatura de cordel para alunos das sétimas e oitavas séries da escola estadual General Penha Brasil. A atividade é uma ação preparatória para o encerramento  do projeto "Leitura Crítica: a literatura ao alcance de todos", marcado para o mês de outubro. Zanny falará sobre o cordel em Roraima e sobre o seu método criativo.


SEMANA DE LETRAS

Interessados em apresentar trabalhos (banners e comunicação oral) na X Semana de Letras da UFRR  têm de 10 de setembro a 10 de outubro para inscrever-se. Para os ouvintes, as inscrições vão de 23/10 a 27/11. Solicite seu formulário pelo e-mail semanadeletrasufrr@gmail.com. O tema da semana é “90 anos da Semana de Arte Moderna: nada seria como antes”. O evento ocorrerá entre os dias 27 e 30 de novembro de 2012, no campus Paricarana.

BLIMUNDA



Blimunda é a revista trimestral da Fundação José Saramago. A última edição traz um dossiê dedicado a Jorge Amado. O download é grátis e o material é bom tanto em português como em espanhol, línguas em que está disponível. Acessa a revista. Em tempo: Blimunda é a personagem de “O Conto da Ilha Desconhecida”.


SELEÇÃO DE LETRAS

O Senai Roraima está recebendo currículos de docentes com formação em Letras e habilitação em inglês. Os interessados devem entregá-los até sexta (14) na recepção do Senai,  Av. dos Imigrantes, 399, Asa Branca, das 7h30 às 19h.

LABIRINTOS



Os artistas brasileiros Marcos Saboya e Gualter Pupo criaram uma biblioteca em forma de labirinto, inspirada no escritor argentino Jorge Luís Borges. Eles empilharam 250 mil livros na obra, que está exposta no centro Southbank, em Londres. Veja o vídeo que mostra a montagem da obra:



aMAZEme: A Labyrinth Made from 250,000 Books from Christopher Jobson on Vimeo.

FESTANÇA



Nesta segunda, 10 de setembro, o ator, autor teatral e cronista Marcelo Perez fecha mais um ciclo. A foto é de Wingo Chan, batida durante os ensaios de uma das peças da Cia. do Lavrado.














MAIS UM CURTA

Outra coisa boa para se ver é o curta Saraus, que mostra as movimentações poéticas na periferia de São Paulo. Chega aí:






CENAS LEITORAS

   
Estudante folheia o livro Orquídeas de Roraima, de Joaci Luz e Jane Franco, durante as comemorações do Dia do Biólogo na UERR. Se você tem alguma cena leitora, mande pra gente no culturaderoraima@gmail.com

MANHÃ COM POESIA
A Biblioteca Jurídica da Justiça Federal passou por adequações na estrutura física e desde o dia 13 de agosto está aberta, das 11h às 18h, para pesquisas e estudos no local, recebendo o público em geral e fazendo empréstimo do acervo aos magistrados e servidores. Para comemorar essa reabertura realizará o evento “Manhã com Poesia”, no dia 14 de setembro, às 9h30min. O evento contará com a presença da poeta Zanny Adairalba.