segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Coluna Rede Literária, edição # 62, de 02.09.13

PRÓLOGO

As pessoas sempre perguntam o que fazer para divulgar a literatura roraimense nas escolas. Uma proposta muito simples envolve pouco dinheiro e boa vontade dos gestores educacionais do município e do estado: comprem os nossos livros (para agilizar pode ser com aquela grana das associações de pais e mestres), entreguem para os alunos lerem e depois de um mês nos chamem para falar com os meninos em sala de aula. Nada melhor que um contato com o escritor depois de ler a sua obra para estimular a juventude a ler e escrever mais. De nada adianta levar autor para fazer palestra se ninguém sabe o que a pessoa produziu. Pensem nisso e me liguem se não ficou claro.
Beijos, 

Edgar Borges
culturaderoraima@gmail.com


VISUAL 


Obra do poeta paulistano Carlos Saraiva, que morou em Roraima nos anos 1990


 LI E GOSTEI

“Quero recomendar a leitura de um livro de uma saga escrita por Francisco de Barros Junior, que li quando criança na Escola Afrânio Peixoto. É o 'Três escoteiros em férias no Rio Aquidauana'. É uma série que conta a história de um caçador e exímio pescador e mateiro que leva seus sobrinhos para aventuras em rios do Brasil com direito a muita ação e emoção com dicas sobre sobrevivência, dicas dos rios, tipos de animais e tipos de peixe, bem como consciência ambiental. Infelizmente esses livros são raros e só encontrados com colecionadores e em sebos especializados.

Laullimã dos Santos Conceição, professor.

PESSOA

Gosta da poesia de Fernando Pessoa? Então acessa o portal Domínio Público e baixa a produção poética do autor português. É bem simples. Basta clicar neste link e escolher qual livro queres acessar. Depois navega com calma e vê se não queres ler também a coleção da história geral da África.

ENTREVISTA

O trabalho de divulgação cultural de nosso blog Cultura de Roraima, que abriga a versão digital da coluna Rede Literária, será tema de uma entrevista hoje ao meio-dia em uma rádio de Brasília. Na próxima  semana postaremos a gravação na web. 

SARAU 

No próximo sábado (7), como todo mundo sabe sem precisar recorrer ao Google, comemora-se o Dia da Independência do Brasil. Para celebrar a data os coletivos Canoa Cultural e Arteliteratura Caimbé se uniram para promover uma noite com um sarau poético, exibição de vídeos poéticos, música, fotografia e outras artes. A partir das 18h todo mundo pode aparecer no Pontão de Cultura de Boa Vista, no começo da avenida Jaime Brasil. A entrada é franca.

ARTESANAIS


Alunos da escola Olavo Brasil participam na última sexta-feira da culminância do Projeto Girassol e apresentaram livros artesanais produzidos a partir de oficinas de produção de textos 

CULTURA DIGITAL

Participe da Conferência Livre para a Democratização da Comunicação e a Cultura Digital e ajude na construção de políticas de comunicação e cultura digital alinhadas ao Plano Nacional de Cultura, em especial à meta 45 e ao Programa Comunica Diversidade. 
A plataforma da Conferência disponibilizará, durante um período de 45 dias, um conjunto de 189 propostas de ações do Programa Comunica Diversidade para avaliação da sociedade civil. Acesse o endereço eletrônico http://confelivrecomcult.culturadigital.br, cadastre-se e priorize suas propostas nacionais.

CULTURA DIGITAL II 

A Democratização da Comunicação e a Cultura Digital está presente no Eixo II - Produção Simbólica e Diversidade da III Conferência Nacional de Cultura (CNC) “Uma Política de Estado Para a Cultura: Desafios do Sistema Nacional de Cultura”, que será realizada, em Brasília, no mês de novembro. 
O Eixo II tem como foco o fortalecimento da produção artística e de bens simbólicos e da proteção e promoção da diversidade das expressões culturais, com atenção para a diversidade étnica e racial. A plataforma virtual possibilitará a extração dos resultados por estado, de modo a subsidiar aos delegados para que sigam com a pauta para suas conferências estaduais ou distrital.

SCHOOL WARS


O chargista Silvio Vilasi criou as tiras School Wars para satirizar acontecimentos da vida acadêmica na UFRR. As ilustrações usam as referências de alguns personagens dos filmes da série Star Wars.

VÍDEO-POEMA

  
Veja o curta Temporal, produzido pelo núcleo audiovisual do Coletivo Arteliteratura Caimbé. 




CINCO POEMAS DE ADÍLIA QUINTELAS 

Adilia Quintelas  (Foto: Pablo Felippe)

quero ser letra em tua língua viva
ou hieróglifo de um escriba que o traduza
não importa se me ama ou se me usa
devora-me dia, noite, madrugada
pois amor que mais se usa nunca acaba
e as palavras repetidas
tão verdades, tão mentiras
tornam-se vícios de linguagem sem cura






 -//-

 No livro sagrado
da sua igreja
o poeta rima
amor com cerveja

-//-

 Se assim for, que assim seja
pensa o corpo
enquanto a boca beija.

-//-

 O amor é sazonal
dorme monge
acorda canibal.

-//-

Todo relacionamento é uma via de mão dupla
O único relacionamento de mão única que dá certo
é a punheta



SELEÇÃO

Curte fazer desenhos e gostaria de ilustrar um livro de cordel. Então corre e manda até sete de setembro um desenho para o cordelista Rodrigo de Oliveira (rodrigolco@hotmail.com) que vai escolher quatro obras para ilustrar a coleção "Cordel para o Ensino de Botânica”.  Os desenhos devem ter como temática a morfologia vegetal (anatomia e organografia). Mais informações em www.cienciacordel.blogspot.com.br.

FECHANDO 

Quer divulgar o que você faz ou conhece da área da literatura, livro e leitura em Boa Vista, Interior ou o mundo? Manda e-mail para culturaderoraima@gmail.com que a gente aproveitará a tua dica tanto na versão impressa como no blog da coluna.