domingo, 3 de junho de 2012

Escrita feminina leva todos os prêmios no XIV Conpoesi (Concurso Sesi de Poesia)

A noite da sexta-feira 1° de junho foi bonita em Boa Vista. Poetas e atores foram premiados no XIV Concurso Sesi de Poesia (Conpoesi), que distribuiu R$ 6 mil para os três melhores colocados nas modalidades Escrita e Interpretação das categorias Industriário e Comunidade.

Neste ano, o poder da escrita feminina dominou o  Conpoesi. Todos os prêmios da modalidade Escrita foram para mulheres, algumas delas já conhecidas do palco do concurso, como Zanny Adairalba e Eli Macuxi.

A festa do mais antigo e único concurso literário de Roraima rolou no auditório do Sesi Roraima, reunindo amigos e familiares dos concorrentes, além dos amantes da poesia.

A equipe deste fantástico blog Cultura de Roraima chegou quando as atividades já haviam iniciado. Na entrada, lista de presença para ser assinada. No final do evento, o anúncio: a maior torcida ganharia uma semana de atividades gratuitas no Sesi. O primeiro lugar, disparado, sem concorrência e imbatível, ficou com a turma da poeta Eli Macuxi, que encheu geral o auditório. 

Mas indo ao que mais interessa, o resultado ficou assim, caros leitores: 

Ganhadores da modalidade Interpretação

Categoria Industriário
Fábio Gonçalves, por Jader Souza

1° Lugar: Fábio Almeida, que interpretou a poesia “Magia do Lavrado”, de Danúbia dos Santos, sua
esposa.  Fábio, vale destacar, já foi premiado diversas vezes nesta modalidade. A penúltima foi no ano passado, quando também defendeu um texto de sua mulher. 




 2° Lugar: Paulo Felipe Gonçalo, que interpretou “Multiformas”, 
 Paulo Felipe Gonçalo (Foto: Jader Souza)
da industriária Emanuela Matias da Silva. 























3° Lugar: Luiz Paulo da Silva, que defendeu a sua própria poesia, “Meu silêncio”.



Olha aqui os intérpretes felizes da vida: (Foto: Jader Souza)


Anderson, por Jader Souza
Categoria Comunidade


 1° Lugar: Anderson Nascimento, que defendeu “Olheiros da Madrugada”, de Zanny Adairalba. É a terceira vez que o ator, havia seis anos afastado dos palcos, é premiado no  Conpoesi. 


Victor Matheus, no violão, e Rodrigo Mebs (foto Jader Souza)

2° Lugar:  Rodrigo Mebs, pela interpretação de “Desapego”, de autoria de Victor Matheus Portal de Matos, que subiu ao palco para fazer a trilha sonora da apresentação. Rodrigo é outro velho conhecido das premiações do Conpoesi. Só no ano passado pegou,direta e indiretamente, cinco dos troféus.







3° Lugar: Karen Barroso, defendendo “Noturnas Urbanas II”, de Roberto Mibielli.



A fotinha desfocada de  Karen é de Edgar Borges


Aqui, na fotinha de Jader Souza,  a turma feliz da vida recebendo seus troféus e os cheques



Ganhadores da modalidade Escrita

Categoria Industriário
1° Lugar: Eliana Santos de Souza, com a poesia “Borboleta Bailarina”.

(Foto: Jader Souza)


2° Lugar: Margarita Caplan Schvartz, com a poesia “Tormenta”. Margarita foi premiada ano passado nas modalidades Escrita e Interpretação. Por isso o nome soou familiar a este redator.

(Foto: Jader Souza)


3° Lugar: Danúbia dos Santos, com o texto “Magia do Lavrado”, aquele apresentado pelo seu marido lá na modalidade Interpretação . Aqui você nota que esta foi a família mais feliz da noite, com dois prêmios de uma só vez.
(Foto: Jader Souza)


Olha as poetas industriárias (Foto: Jader Souza)



Categoria Comunidade


1° Lugar: Vivian Santos, com a poesia “Desencanto”.



Zanny Adairalba (Foto: Edgar Borges)


2° Lugar: Zanny Adairalba, com a poesia “Olheiros da Madrugada”, que, caso o leitor tenha esquecido, deu o primeiro lugar na modalidade Interpretação – Comunidade ao ator Anderson Nascimento. Zanny já foi premiada em outros Conpoesis também.














3° Lugar: Eli Macuxi, com a poesia “Divisão”. Eli é outra veterana do Conpoesi. É o terceiro texto seu premiado no concurso.


Eli Macuxi, Vivian Santos  e Zanny Adairalba (Foto: Jader Souza)



Os participantes do XIV Conpoesi (Foto: Jader Souza)


O blog Cultura de Roraima fechou acordos com alguns dos autores para publicar em primeira mão vários dos poemas selecionados para o Conpoesi. Até o fechamento do texto, já contávamos com três, que podem ser acessados logo abaixo desta postagem.

Antes disso, confira outras fotos do evento, todas de Edgar Borges, este que vos escreve:

Alexia Linke, uma das juradas da noite, e sua sombrinha estilosa

Poeta/professor Roberto Mibielli e um copo de uísque

Anderson, Adilia Quintelas, Eli Macuxi, Zanny,  Mibielli e o cabelo de Rodrigo Mebs

Eli Macuxi, conferindo o SMS



Mebs e Matheus: uísque e vinho

Esperando o resultado

O pensamento positivo, expresso na mão da fotógrafa Kalyua Vasconcelos

Isabela  Quintelas fez a última récita da noite

Anderson e Zanny, a felicidade do Olheiros da Madrugada
Anderson, Zanny e Adilia Quintelas, que também concorreu
Jader Souza, fotógrafo do Sesi, e o final da noite
Rodrigo, Adilia e um beijo tímido